você está em » Notícias
Data de Publicação: 09/02/2017
Varejo abre 2017 em queda, aponta Serasa Experian

 

Material de construção liderou queda no primeiro mês do ano

São Paulo, 06 de fevereiro de 2017 – De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, o movimento dos consumidores nas lojas de todo o país caiu 2,1% em janeiro/17, já efetuados os devidos ajustes sazonais. Em relação ao mesmo mês do ano passado (jan/16), o recuo da atividade varejista no primeiro mês de 2017 foi de 4,2%.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, desemprego em alta e a necessidade de quitação de dívidas por parte do consumidor, objetivando sair da inadimplência, manteve o consumo enfraquecido neste primeiro mês de 2017.

A maior queda dentre os segmentos varejistas em janeiro/17 foi nas lojas de material de construção, com recuo de 3,6%. No segmento de veículos, motos e peças a retração foi de 2,4%, bastante semelhante ao recuo de 2,2% observado no setor de móveis, eletroeletrônicos e informática. Também houve retração de 1,6% em janeiro/17 tanto no segmento de combustíveis e lubrificantes como no de tecidos, vestuário, calçados e acessórios. Somente houve variação positiva em janeiro/17 nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas: alta de 0,8%.

Na comparação com janeiro de 2016, todos os segmentos varejistas recuaram neste primeiro mês de 2017, a saber: supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-5,9%); móveis, eletroeletrônicos e informática (-11,3%); combustíveis e lubrificantes (-3,2%); veículos, motos e peças (-9,4%); tecidos, vestuário, calçados e acessórios (-11,2%); e material de construção (-12,1%).

http://www.serasaexperian.com.br/release/indicadores/atividade_comercio.htm

Metodologia do Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio

O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio é construído, exclusivamente, pelo volume de consultas mensais realizadas por estabelecimentos comerciais à base de dados da Serasa Experian. As consultas (nas formas de taxas de crescimentos) são tratadas estatisticamente pelo método das médias aparadas com corte de 20% nas extremidades superiores e inferiores. Com as taxas de crescimento tratadas e ponderadas pelo volume de consultas de cada empresa comercial é construída a série do indicador. A amostra é composta de cerca de 6.000 empresas comerciais e o indicador, com início em janeiro de 2000, é segmentado em seis ramos de atividade comercial.

VEJA TAMBÉM
‘Pesque e Preserve’ promove pesca esportiva e lazer em família
CONVITE PARA DEBATER SOBRE PLC 14/2017
Concessionária da Petrobras vai levar gás natural para Catanduva
Instituições se unem para ajudar quem pensa em abrir negócio próprio em Catanduva
Vendas do Dia das Mães tem primeiro desempenho positivo dos últimos três anos
ACE leva empresários para conhecerem instalações do HUSDom
Gerenciamento Eletrônico facilita e oferece segurança no processo documental de empresas
Poupatempo é a nova casa do Posto Sebrae de Cataduva
"Reforma trabalhista jogou CLT na lata do lixo", diz deputado Sinval Malheiros
Demanda do consumidor por crédito cai 7,2% em fevereiro, aponta Serasa Experian
Copyright © Ace Catanduva2016